sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

(FF XV) Capítulo 2 - Parte 2: lotes e mais lotes de quests

Parte 2 - Norduscaen Blockade
Abra a imagem em uma nova guia para usar o zoom e ver maior.

Eu estou lotada de quests para fazer ou entregar e me ocupo com isto antes de fazer a única quest da história aqui, Declaration of War (Declaração de Guerra).

Esta parte foi meio estranha e confusa. Começo a ficar perdida, andando meio barata tonta. Começo a fazer uma coisa e no meio do caminho encontro outra. A sensação é de muito tempo para ficar fazendo estas quests, pegando aqui, entregando ali. E na estrada começam a surgir os magikets. Estou toda hora esbarrando neles quando uso o carro. Isto é meio chato (chato e meio para falar a verdade)

Volto ao Hammerhead nem lembro mais porque, acho que para entregar uma quest no restaurante e a Cindy me propõe sua primeira quest, que faço. Acho mais armas para o Cid, mas nunca tenho o item que ele precisa e assim já estou com 5 armas abertas, a espera de melhorias.

Eu tento limpar meu quadro de missões ao máximo, antes de começar o capítulo 3, mas algumas permanecem, como as das armas, uma da Cindy, uma do Takka e uma do Dave que estão no próximo mapa.

Penso que se não fossem estas quests, se apenas fosse seguindo a história, realmente seria muito rápido, porque são poucas quests da história até o momento. Ao mesmo tempo, fazendo um pouco de cada quest vou perdendo o elo com a história. É como se a história não fosse mesmo importante para o jogo, com as quests se tornando mais interessantes ou atrativas.

Sem muito mais opções, vou ao encontro de Monica e somos divididos em dois grupos. Entramos no lugar infestado de magiteks e segue-se luta após luta até a final com um gigante robô MAX-A.

A primeira coisa que nestas lutas é tentar anular os atiradores que estão em patamares superiores. Eles ficam dando um dano constante e sem eles a vida fica mais fácil. Quanto ao robozão, eu simplesmente vou atacando, tentando de tudo um pouco até a hora em que ele morre.

Ainda não tive que parar para pensar em alguma estratégia. Consegui passar por todos os monstros que encontrei até o momento usando a tática "vamos ver no que dá". lol

Ok... Bicho derrotado e eis me em Duscae, iniciando o cap. 3.

(FF XV) Capítulo 2 - Parte 1: ganhando as duas primeiras armas dos antigos reis

Parte 1 - Prairie Outpost

Abra a imagem em uma nova guia para usar o zoom e ver maior.

É difícil parar para escrever sobre meu jogo. Eu sempre quero continuar jogando, mas se não escrevo logo, acabo esquecendo porque é tanta coisa, mas tanta!

São 358 sidequests opcionais. Não tem a menor condição de falar sobre cada uma delas. E também não vejo necessidade. O mapa de XV é extremamente fácil e intuitivo. Basta selecionar a missão que o mapa indicará onde está o alvo. 

Outro problema é a questão da tradução em Português. Se por um lado é uma maravilha (por quantos anos não desejamos isto?), por outro é uma complicação, porque meu guia está em inglês e não tenho condições de traduzir tudo: nomes de quests, de itens, acessórios, armas, etc... Desta forma, quem quiser saber sobre algum item ou quest, pode mudar o idioma para inglês (Botão opções, opções e idioma), ver o nome em inglês e depois voltar para Português ou ainda, pode jogar o nome em português ou inglês no tradutor e ver o resultado.

***

Eu chego no posto e recebo a orientação de falar com a Monica, para prosseguir com a estória. Mas antes, eu queria fazer algumas outras coisas, uma delas era encontrar a Couerl para pegar seus bigodes e completar a quest do Cid e atualizar minha Lâmina Parasita para level 2, O guia indicava que ela pode ser encontrada ao norte do posto e dei umas zanzadas por lá, sem encontrá-la. Acabei pegando mais uma quest do Dave, daquelas de recuperar tags perdidas.

Eu fui fazendo tudo que apareceu na minha frente e é muita quest. Tenho aqui anotado que fiz uma quest do Takka, uma da Cindy, uma do Mistério no Papel, uma de resgate, uma do Dave e uma do Dino, antes de seguir até as quests da história: Mas, sinceramente, não lembro mais como foi. Lembro apenas que andei, andei, andei. 

Quando não tive mais o que fazer, fui para as quests da história. Primeiro falo com Monica e sigo para a primeira tumba, onde encontro Coru e recebo a primeira arma dos reis, Swords of the Wise e a incumbência de procurar pelas demais. Sigo para a próxima tumba, Keycatrice Trench:

Abra a imagem em uma nova guia para usar o zoom e ver maior.

Estou ao mesmo tempo apreensiva e animada com esta minha primeira tumba. Os meninos caminham devagar e se sobressaltam com os ruídos, ajudando a criar um clima. Mas é meio decepcionante porque só enfrento uma aranha gigante que nem é assim tudo isso. E assim pego minha segunda arma dos reis, Axe of the Conqueror e estou pronta para a parte 2 da história.

Estas armas dos reis são mais fortes do que as normais, porém tiram vida ao serem utilizadas. Desta forma, parecem meio inúteis, por enquanto.

Estou usando ainda a arma que encontrei no Cap. 1, parte 1, a Brennaere e a Masamune. Queria completar o upgrade de algumas armas com o Cid, mas não encontrei nenhum dos itens que ele solicitou ainda.

As armas que estão à venda não me animaram a gastar meu rico dinheirinho, de forma que vou seguindo com o que tenho mesmo.

Abri novos slots para acessórios através da Ascenção e isto já melhorou um pouco minha vida. Ainda estou esperando o post do Bruno sobre a Ascenção para usar mais pontos. Não me sinto particularmente inspirada a nada ou praticamente nada ali. Tudo parece esquisito, estranho. Acho que Ascenção não deixará saudades, nem vai marcar época.


(FF XV) Sidequests opcionais


Final Fantasy XV oferece 358 sidequests opcionais, dividas em blocos ou tipos de quests. O esquema normal é ter uma pessoa que normalmente as oferece, embora algumas estejam apenas espalhadas pelo mapa. São elas:

Rescue/Resgate: 30 quests
Broken Car: 30 quests
Scraps of Mystery/Mistério no papel: 29 quests
Photo OPS/Oportuniade de foto: 17 quests
Hunts/Caçadas: 102 quests
Tours/Passeios: 10 quests
Dave: 9 quests
Cid: 30 quests (15 armas - dois níveis de evolução cada)
Takka: 6 quests
Dino: 6 quests
Cindy: 6 quests
Sania: 11 quests
Navyth: 4 quests
Vyv: 8 quests
Lestallum Merchands: 9 quests
Holly: 8 quests
Chocobos
Vyz: 5 quests
Outras: 13 quests
Tumbas: 11 quests
Menace Sleeps: 8 quests
Randolph: 5 quests

Devagarinho iremos publicando os mapas e informações sobre cada um destes blocos.

Assim, nos meus posts sobre minha aventura, não mais irei falar sobre cada uma delas, apenas quando for algo que me chame realmente a atenção por algum motivo.
quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

(FF XV) Ganhando AP com qualquer level, sem itens difíceis


Batalhando com o Gladiolus


Compra a habilidade de ganhar AP com o Noctis dando Translocação Ofensiva

Vai em qualquer acampamento e põe pra treinar contra o gladios lv 5. 

Quando começar o treino já trava a mira e aperta o triângulo até ganhar dele, 

1 AP a cada 15 segundos mais ou menos.

150 AP a cada 15 minutos.

Por Naldo Rodrigues

...

Usando magia


Habilita as técnicas na árvore de magia:

Força mágica que custa 20 PA e e Ação Mágica que custa 24 PA

Equipe magia no Noctis

Entre em uma luta e jogue uma magia.

Cada luta rende 1 AP

Por Cam Grigori

(FF XV) Peixinho do Jeferson



Quest do Gladius. Pescado pelo Jeferson Rossignoli no acampamento do Lago Vesper.

(FF XV) Carbuncle

Foto do Carlos
Reza a lenda que no modo Easy o Carbuncle aparece quando o Noctis morre e pode ser utilizado.
quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

(FF XV) Fotobomb Gentiana

Conseguiu fotografar a Gentiana? Manda para nossa galeria. 

Carlos

(FF XV) Fotos do Prompto: Noctis e Chocobo

Abra a imagem em uma nova guia para usar o zoom e ver maior.

Se tivesse concurso de fotos do Prompto, por mim esta ganhava. É do Cam Grigori. 

Linda!